O Papa Que Nunca Existiu

18 04 2007

 

António Andrade Albuquerque nasceu em Lisboa em Novembro de 1929 e tornou-se conhecido com os seus romances policiais assinados com o pseudónimo Dick Haskins.

 

O Papa que nunca existiuAntónio é um adolescente de treze anos dotado de inteligência e cultura invulgares, forte personalidade e um sentido de humanismo e justiça pouco comuns, surpreendendo todos os que com ele convivem. O pároco da aldeia onde nasceu e vive admira-o e estima-o, vaticina-lhe um futuro promissor, mas nunca pensando que irá chegar tão longe!

Mais tarde, já Cardeal Patriarca de Lisboa, António participa no Conclave que se segue à morte do Sumo Pontífice e é eleito Papa, por unanimidade, com apenas 31 anos, tornando-se um dos mais jovens sucessores de Pedro.

Dinâmico, de atitudes imprevisíveis, marginaliza todo o formalismo,«desaparecendo» de onde jamais se espera que desapareça e surpreendendo todos onde ninguém alguma vez esperaria vê-lo! Consideram-no O Papa Que Nunca Existiu… – o Papa sem medo que calçou as sandálias do Pescador e optou por um caminho tortuoso e perigoso, para trazer de novo a humildade e o amor de Cristo à Igreja e à Humanidade


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: